terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Afinal... o que é MOAC /Multi-Org?

A arquitetura Multi-Org foi introduzida pela primeira vez em Aplicativos Oracle na Release 10.6. 


Seu objetivo principal é segregar os dados contra acesso não autorizado de acordo com as Unidades Operacionais criadas para cada empresa. Embora a segurança das Unidades Operacionais tem sido amplamente utilizada como um método confiável para proteger contra acesso não autorizado à informação, muitos clientes pediram para aumentar a flexibilidade para permitir o acesso a uma ou mais Unidades Operacionais por Responsabilidade do usuário. 

Desta forma, na versão 12 a Oracle disponibilizou a funcionalidade chamada MOAC – Multi-Org Access Control, a qual permite a redução dos custos operacionais, mas o mais importante, é que ela estabelece uma base mais flexível para permitir que os aplicativos Oracle possam suportar modelos de negócios complexos, como os Serviços Compartilhados, sem comprometer a segurança dos dados.



O modelo Multi-Org do EBS define as organizações e as relações entre elas. Este modelo de organização serve como base para a estrutura de módulos do EBS. Ela determina como as transações devem fluir através de diferentes organizações e como as organizações interagem umas com as outras.

Geralmente, um empreendimento complexo tem várias estruturas de organização, porém uma única Contabilidade e um único RH.

É possível definir estruturas diferentes para personalizar os aplicativos Oracle de acordo com suas necessidades de negócios.

Principais funcionalidades:
  • Apoio a modelos organizacionais flexíveis;
  • Acesso seguro a dados para que usuários possam acessar apenas as informações relevantes. 
  • Foco nas competências essenciais;
  •  Acesso a uma ou mais unidades operacionais que utilizam uma única Responsabilidade, através do MOAC;
  • Cadastro de Clientes e de Fornecedores é compartilhado;
  • Suporta múltiplas organizações da estrutura da empresa em um único banco de dados;
  • Estabelece processos globais e acessibilidade aos dados;
  • Estabelece o equilíbrio de funções centralizadas e descentralizadas
  • Resume e ganha visibilidade global como fonte única de verdade
Estrutura MOAC


Você pode executar várias tarefas em todas as unidades que operam sem alterar Responsabilidades

Controle de Acesso

Multi-Org Controle de Acesso (MOAC): Permite aos usuários o acesso às unidades operacionais a partir de uma única responsabilidade.

Multi-Org Preferências: Permite que os usuários limitem o número de unidades que operam com base em seu ambiente de trabalho

Relatórios Multi-Org: Os relatórios ganharam um novo parâmetro (Operating Unit) para ser executado em uma ou mais unidades Operacionais

Impacto nas Aplicações

AP – Contas a Pagar
  • Criar e Exibir Sites de Fornecedores para todas as unidades operacionais simultaneamente.
  • Entrar com faturas para as unidades operacionais diferentes na mesma responsabilidade;
  • Visualizar faturas em todas as unidades operacionais;
  • Selecione as faturas todas as unidades operacionais para pagamentos, dentro de um único prazo de pagamento;
  • Emitir relatórios para todas unidades operacionais, ou uma única.

CE – Cash Management
  • Cadastro de Bancos Compartilhados para Contas a Receber e Contas a Pagar, podendo ser utilizados ou não para mais de uma unidade operacional.
  • Reconciliação de Diversas Contas Bancárias em uma mesma responsabilidade.

AR – Contas a Receber
  • Configuração de clientes compartilhada;
  • Criar transações e recebimentos para as unidades operacionais diferentes na mesma responsabilidade;(Não é possível aplicar recebimentos entre organizações)
  • Visualizar operações de todas as unidades operacionais;
  • Emitir relatórios para todas unidades operacionais, ou uma única.
Até o próximo post!

Postar um comentário