segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Cash Management

Vamos falar um pouco sobre o Cash? O módulo de  reconciliação bancária da Oracle. Algumas funcionalidades:
  • Reconciliação Bancária Automática
  • Informações Sobre Saldos de Empresa
  • Carta de Transferência Consolidada 
  • Posição Semanal de Caixa 
  • Checagem de Tarifa 
  • Relatórios 

Reconciliação Bancária 
De posse do extrato bancário de seu banco, em arquivo TXT ou em formato de Fax, você poderá utilizar o CLL Cash Management para fazer a reconciliação automática, através da checagem de valores e/ou número de documento bancário. O Cash Management possui relatórios de apoio para o caso da necessidade de complementar a reconciliação manualmente. A leitura do extrato para as tabelas do Cash Management é amplamente parametrizável, o que garante a leitura dos mais diversos formatos de extratos. Descreve como ler um extrato bancário e como reconciliá-lo automaticamente. 

Informações Sobre Saldos de Empresa 
Cash Management permite a visualização dos saldos de empresa diariamente, mostrando sua evolução. São mostrados os totais de entrada e de saída, os saldos inicial e final de cada dia, permitindo ajustes, sempre que necessário, sem que haja interferência em outros módulos do Oracle Financials. 

Transferência Consolidada 
Além de efetuar a transferência de contas, efetua a lançamento Contábil, ou seja, inclui os registros correspondentes no GL, além de gerar a Carta de Transferência da transação. 

Posição Semanal de Caixa 
Emite o relatório de Posição Semanal de Caixa, que mostra o saldo das Contas Contábeis, agrupadas por Rubrica, em cada dia, num período informado pelo usuário. Também aparecem neste relatório, os Lançamentos Manuais, informados previamente. 

Checagem de Tarifa 
Verifica os valores de CPMF calculados, para os títulos que estão compreendidos no critério de seleção da tela. 

Relatórios 
Gera os relatórios: Posição de Caixa Semanal por Dias Úteis, Movimentação Bancária Sintética, Movimentação Bancária Analítica, Mapa de Transferência Bancária, Carta de Transferência Consolidada, Carga de Demonstrativo Bancário, Transferência entre Contas – Carta de Autorização de Débito.


Reconciliação Automática 

Você pode usar o programa de Auto Reconciliação para reconciliar automaticamente extratos bancários.. Para isso você deve seguir os seguintes passos: 
  • Parametrização da Tela EDI Extrato Bancário 
  • Execução da carga de extrato para o Oracle Cash Management
  • Execução do Programa de Reconciliação Automática 

Criando EDI Extrato Bancário 

Esta tela permite a parametrização do programa que lerá o extrato e o carregará para o Oracle Cash Management. Para preenchê-la, você deverá ter em mãos o extrato a ser lido e/ou o seu layout (informações que você deve conseguir com o seu banco).




























Caminho: CLL: Brazilian Cash Management Localization / Statement Layout Setup. 

Bank Number (Requerido) PICK, EDIT 

Este campo deve ser preenchido com o número do banco a que pertence o extrato a ser lido. Você pode pesquisar o código do banco através da lista de valores. Deverá ser criado apenas um EDI Extrato Bancário para cada banco. 
Verifique o manual de referência do Oracle Payables para obter maiores informações sobre o cadastro de bancos. 

Header for Statement
É a linha que identificará os dados do banco, deve sempre conter o número do banco, da agência e da conta corrente. Caso estas informações não constem no extrato, você deverá informá-las como constantes.
Statement Line Type
É o tipo de linha que identifica os lançamentos de débito e crédito do extrato.
Beginning Balance Type
Informar o saldo inicial de sua conta corrente na data do extrato.
Ending Balance Type
Informar o saldo final de sua conta corrente na data do extrato.

Campo (Requerido) PICK, EDIT 

Para cada tipo de linha deverão ser cadastrados seus campos, tantos quantos você conseguir identificar no extrato. Escolha na lista de valores o campo a ser cadastrado sempre que você possa identificá-lo no seu extrato. Informe as posições inicial e final de cada um. Se for o caso, a quantidade de casas decimais, a máscara e a constante. 

Segue abaixo a relação dos campos básicos de um Demonstrativo Bancário. 

Bank Branch
Número da Agência de sua conta corrente constante no extrato.
Year
Quando a data de seu extrato não estiver num formato de data (por exemplo: DD/MM/AAAA), você deverá informar este campo em separado, e se não for possível localizá-lo no extrato, o ano deverá ser informado no campo Constante.
Bank
Número do Banco de sua conta corrente constante no extrato. Quando não encontrado deve ser informado no campo Constante.
Bank Account
Número da Conta Corrente constante no extrato.

Credit
Identifica se o lançamento é de crédito em sua conta corrente. Você deve informar no campo Constante o sinal identificador de crédito em conta corrente.
Statement Date
Quando a data de seu extrato estiver num formato de data (por exemplo: DD/MM/AAAA), você poderá informar este campo, informando obrigatoriamente o campo máscara.
Debit
Identifica se o lançamento é de débito em sua conta corrente. Você deve informar no campo Constante o sinal identificador de débito em conta corrente.
Day
Quando a data de seu extrato não estiver num formato de data (por exemplo: DD/MM/AAAA), você deverá informar este campo em separado.
History
Identifica o Histórico em seu extrato.
Identifier
Campo obrigatório em qualquer tipo de linha. É nele que você identificará o tipo de linha a ser lida.

Month
Quando a data de seu extrato não estiver num formato de data (por exemplo: DD/MM/AAAA), você deverá informar este campo em separado.
Document Number
Identifica o número de documento informado pelo banco.
Transaction Number
Tipo de transação bancária informada pelo banco.
Value
Valor da transação


Inicial position (Condicional, Requerido)
Indica a posição inicial do campo que você localizou no extrato.

Final position (Condicional, Requerido)
Indica a posição final do campo que você localizou no extrato.

Decimal Place (Opcional)
Neste campo você pode informar a quantidade de casas decimais. Mais utilizados para moedas com mais de quatro casas decimais. O Default para o campo é de duas casas decimais.

Format Mask (Condicional, Requerido)
Indicar neste campo a máscara utilizada pela data, devendo ser sempre: M = mês, D = dia e R = ano. Ex: Para 17/07/98 a máscara deverá ser DD/MM/RR. Internamente o sistema trata o ano com quatro casas.

Default Value (Condicional, Requerido)
Quando não for possível identificar um campo obrigatório no extrato (ex: número do banco) este campo deve ser preenchido, portanto, ele é obrigatório quando os campos Posição Inicial e Posição Final não forem preenchidos.

Carregando o Extrato Para o Cash Management

Após ter sido executado o programa de seu banco para a leitura de extrato, deve ser executado um FTP para que esse extrato seja transferido para o servidor do Banco de Dados de sua instalação.

Para carregar o extrato para as tabelas do Oracle Cash Management, de onde será feito o tratamento para reconciliação automática, você deverá executar o programa Carga do Demonstrativo Bancário, que está na opção de execução de programas (Other / Programs / Run).
Como parâmetros de execução do programa Carga do Demonstrativo Bancário, temos:





















Operating Unit (Requerido)
Informar a organização na qual será processada a carga do Extrato.
Bank Number (Requerido)
Inserir o número do Banco cujo extrato deverá ser carregado para as tabelas do Oracle Cash Management.
Bank Account (Opcional)
Informar o número da Conta Bancária quando o mesma não estiver informada no extrato.
Option (Requerido)

Escolha a opção de processamento.

Load
Apenas carga de dados.
Report
Apenas relatório de status da leitura.
Zall
Executa a carga de dados acompanhado


Location (Requerido)
Diretório para onde o arquivo do extrato deverá ser transferido.
Filename (Requerido)
Nome que o arquivo terá no seu servidor do Banco de Dados.

Informações Adicionais Códigos de Transações Bancárias

Esta tela permite permite informar se o valor da linha do extrato relacionada com o código de transação compõe o valor do saldo final.























Caminho: Setup/ Bank Transaction Codes

Selecionar a linha com o código de transação, no menu na opção VIEW, selecionar TOOLS e clicar na opção EXTENSION, ao fazer isto a tela de INFORMAÇÕES ADICIONAIS CODIGOS DE TRANSAÇÕES BANCÁRIAS é exibida.




























CLL Cash Management, quando efetua a carga do demonstrativo bancário, totaliza as linhas do demonstrativo conforme o sinal informado na linha. Apesar de termos na linha de saldo final o total informado, o processo de import do demonstrativo efetua a validação dos totais.
Para os demonstrativos bancários do Banco do Brasil, identificamos linhas que possuem o código de transação bancária 205 que, por exemplo, não são sumariadas no saldo final da conta. Para o banco não é erro, porém no Cash temos inconsistências.

Para podermos distinguir os casos em que o saldo está incorreto dos casos onde temos no demonstrativo códigos de transação que não devem ser totalizados, como no exemplo acima, disponibilizamos a tela INFORMAÇÕES ADICIONAIS CÓDIGOS DE TRANSAÇÕES BANCÁRIAS, para informar se o código será totalizado no saldo ou não.
No relatório Log Carga do Demonstrativo Bancário, quando o saldo informado não „bater‟ com o saldo calculado, será relacionada mensagem de advertência e o cliente deverá tomar as devidas providências.

BB Balance Flag (Opcional, Lista de Valores Origem) PICK, EDIT
Indicador S (sim) ou N (não) do código de transação bancária.

CPMF Not Inside (Opcional, Lista de Valores Origem) PICK, EDIT
Indica se o código não tem inserido CPMF.

CPMF Code (Opcional, Lista de Valores Origem) PICK, EDIT
Indica se o código é relacionado a CPMF.

Para maiores informações, enviem email para dceccarelli@gmail.com
Postar um comentário