quarta-feira, 9 de março de 2016

Processo de Devolução ao Fornecedor

Olá pessoal,

Nos projetos que passei e na fase de sustentação, percebi uma grande lacuna relacionada ao processo completo de devolução ao fornecedor.

Ora quando a devolução só é realizada no RI, sem envolver AP, ora sem envolver INV, ou até mesmo sem emissão da Nota Fiscal pelo AR, ou validação do DANFE na SEFAZ.

O processo realizado de forma correta, garante:


  • Controle na baixa contábil de estoque 
  • Garantia de acuracidade de estoque
  • Envio de aviso de crédito ao AP
  • Emissão e validação do documento fiscal perante a SEFAZ

 Introdução 

O processo de Devolução de Materiais aos fornecedores envolve atividades atendidas por vários aplicativos, com grande volume de trabalho.

O RI possui essa funcionalidade em um processo unificado, através da integração com os aplicativos de controle de estoques, compras, custos e emissão de Documentos Fiscais.

A Devolução  possibilita a execução dos procedimentos de devolução de forma racional e integrada.

As seguintes necessidades de negócio são atendidas:

Unificação dos procedimentos de devolução de materiais.
Atendimento das necessidades fiscais do processo de devolução de
Materiais a fornecedores no Brasil.


Pré-Requisitos, para iniciarmos a Devolução:

Certificar-se de que existe um RI de entrada, e que seu status é "Concluído".
Certificar-se que o fornecedor ao qual se quer devolver a mercadoria, já esteja cadastrado como cliente.
Tenha em mãos informações sobre a nota fiscal de entrada. Essas informações podem ser adquiridas concultando o RI de entrada.
Só é possivel realizar devolução de mercadorias que foram devidamente recebidas e que tenham saldo no estoque maior ou igual a quantidade que se está devolvendo.

Abaixo o ciclo completo, utilizando como serviço de mensageria entre o Oracle e a SEFAZ, o parceiro Compliance:





















Por procedimento, o Financeiro deverá receber a Nota Fiscal de Devolução (físico) para executar a baixa dentro do Contas a Pagar.

Suprimentos
Será o responsável por criar a Ordem de Compra e posteriormente realizar a entrada do Documento
Fiscal.
Será o responsável também por iniciar o processo de Devolução.

Faturamento 
Responsável pela a emissão do documento Fiscal, recebido pela interface do AR, e disponibilizar para o serviço de mensageria enviar o documento à SEFAZ.

Fiscal
Será o responsável pela validação do processo como todo dentro dos livros fiscais.

Contas a Pagar
Responsável pela vinculação do crédito gerado pela Devolução ao documento Fiscal emitido pelo Fornecedor.

Tesouraria
Será responsável pelo acompanhamento da programação financeira e conciliação bancária.

Descrevi de forma sucinta os passos a serem executados, se precisarem de detalhes de cada processo, é só enviar um e-mail.

Abraços.

Postar um comentário