sexta-feira, 28 de março de 2014

Novo estudo da Oracle e Accenture declara CFO evangelista de tecnologia

 Press Release


Novo estudo da Oracle e Accenture declara CFO evangelista de tecnologia

CFOs e executivos de finanças modernos estão adotando tecnologias emergentes para mudar e transformar os negócios

Redwood Shores, Califórnia – 28 de março de 2014

Notícias
·         Para definir e avaliar os principais atributos das finanças modernas com o apoio da tecnologia, a Oracle e Accenture copatrocinaram um estudo global com a Longitude Research, intitulado “Empowering Modern Finance: The CFO as Technology Evangelist.”

·         Foram entrevistados 1.275 CFOs, executivos financeiros e de negócios de organizações de todo o mundo, de diversos portes e setores – sendo 300 executivos de nível sênior de outras áreas - e constataram que:
o   O CFO moderno é um evangelista de tecnologia e reconhece o valor das tecnologias digitais e na nuvem para finanças e negócios em geral, mas uma lacuna permanece entre as ambições do CFO e a realidade.
o   Os departamentos financeiros reconhecem que as capacidades da nuvem serão úteis para fazer orçamentos, planejamentos e previsões, porque atendem às exigências financeiras da atualidade e ajudar a apoiar o crescimento da empresa.
o   Para atuar como um parceiro estratégico dos negócios, equipes financeiras com visão de futuro estão usando ferramentas sofisticadas de análise, aplicativos modernos e os mais recentes recursos sociais, móveis, na nuvem e de colaboração para estarem alinhados à visão, estratégia e atividades de todas as áreas da empresa.
·         Embora o estudo tenha revelado que grande parte dos CFOs está conseguindo avanços em sua função financeira com mais produtividade e eficiência viabilizada pela tecnologia, ainda há muito trabalho pela frente. Por exemplo, muitas empresas ainda dependem dos dados desatualizados para a tomada de decisões, não apenas devido aos desafios da consolidação de vários sistemas díspares.
·         O relatório demonstrou que os CFOs, durante o ano passado, progrediram desde um estudo anterior da Oracle e da Accenture, The CFO as Catalyst for Change,  que descobriu que eles necessitavam ser mais estratégicos. Por outro lado, novamente tiveram que concentrar seus esforços na redução de custos, a volatilidade econômica e a complexidade organizacional.

Principais descobertas
·         Os CFOs são vistos como evangelistas de tecnologia, mas uma lacuna permanece entre a ambição e realidade:
o   Mais de dois terços dos entrevistados concordam que o CFO é um forte evangelista da tecnologia e quase três quartos dos executivos de finanças acreditam que novas tecnologias, como cloud computing, mobilidade e mídias sociais irão mudar a forma como a área financeira é estruturada e executada.
·         Habilidades analíticas e novas capacidades são necessárias para as exigências modernas de finanças:
o   Aproximadamente a metade dos entrevistados destacou um aumento no número de analistas de finanças contratados nos últimos dois anos, refletindo a crescente necessidade de talentos em finanças com uma gama mais ampla de habilidades analíticas e negócios.
o   Por exemplo, 23% dos entrevistados das áreas de negócios acreditam que o time financeiro tem uma visão atualizada de desempenho em relação ao orçamento e "está abaixo das expectativas", sendo que quase o dobro de entrevistados da área financeira (42%) acreditam que poderiam ser muito melhor.
·         CFOs estão optando pela nuvem para modernizar as finanças:
o   Os entrevistados entendem claramente o potencial que a nuvem tem para fornecer novos insights com soluções analíticas avançadas e inteligência de negócios. Mais de um quarto dos entrevistados (28%) já está usando a nuvem para apoiar os orçamentos, planejamento e previsão, bem como outros 34% planejam optar pela nuvem no próximo ano.
o   Além disso, mais de dois terços dos executivos entrevistados já adotaram um sistema baseado em nuvem em alguma parte de sua empresa para as finanças (24%), ou estão planejando uma estratégia nesse sentido (45%).
·         CFOs continuam a se concentrar na automatização de processos, sistemas de consolidação e relatórios em tempo real para impulsionar a excelência operacional, mas é necessário progredir:
o   Embora cerca de 30% dos executivos de finanças e das áreas de negócios entrevistados concordem que seus processos ainda são baseados em papel, há uma clara tendência para a automatização e digitalização de processos, com quase 50% deles usando aplicativos móveis e 53% usando sistemas baseados na web.
·         A alta administração apoia a visão tecnológica:
o   Apenas 5% dos entrevistados citaram a falta de apoio da alta administração como uma barreira para a adoção de novas tecnologias nas funções financeiras. A capacidade parece ser um fator mais importante. Os 38% dos entrevistados citaram a falta de competências internas como o principal desafio. 
Postar um comentário