terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Descrição dos principais Módulos

Integração entre os Aplicativos
Visão Account Payables


Exemplo tela Integração


Prá começarmos a explicação das integrações e entrar num módulo específico, primeiro vamos detalhar qual é o andamento dos principais módulos.

Consultei meu oráculo, ou seja, meu manual, hehehe, e acrescentei uns toques pessoais para ficar menos maçante!!!

Isso está mais para glossário do que qualquer outra coisa... rs*


Tudo começa no INV....

Inventory
Os módulos OM (Vendas) e PO (Compras), assim como outros módulos, podem usar os itens definidos no INV (Inventário). Se o item for designado como planejado, a demanda poderá ser gerada na forma de requisição e enviada para o PO, onde poderão ser criadas ordens de compra de imediato ou de forma parcelada, que ficam em aberto para repor os níveis do inventário.

Resumindo.... Esse é o estoque, onde os itens em estoque físico são informados, catalogados, e etc... onde realizamos requisições de compra, para reposição de ítens e também podemos planejar novas compras, conversando assim com o módulo de compras.


Exemplo tela INV

Order Management
Ordens de venda para o cliente são registradas no OM. As mercadorias são entregues aos clientes conforme definido pela ordem de venda. Depois que as mercadorias são entregues, as NFFs (notas fiscais) do cliente são enviadas para o AR (Contas a Receber) e os níveis do inventário são atualizados. Todos os clientes configurados no OM são compartilhados pelo AR e vice-versa.

Resumindo... Quando vendemos um produto a um cliente, é aqui que são feitas as ordens de venda, onde é consultado o item em estoque, reservado, separado, e entregue. Então a ordem de venda conversa com o módulo AR Billing, onde se transforma em NFF.

Exemplo tela OM
Account Receivables e Billing
O AR mantém informações sobre as NFFs recebidas do OM e de outras origens. As NFFs são enviadas aos clientes que, por sua vez, respondem por meio do envio de pagamentos. Você pode usar o AR para registrar os recebimentos nas contas dos clientes. Contas a receber, receitas e recebimentos de caixa possuem interface com o módulo GL (Contabilidade Geral).

Resumindo... É no Billing que as NFF vindas do OM recebem todos os impostos. São realizados descontos, acréscimos, cálculo de juros e etc. Você faz recebimento, controla a forma de como o recebimento é efetuado ou como foi realizado.


Exemplo tela AR

Purchasing
O PO obtém as informações contábeis contidas nas requisições e ordens de compra. As ordens de compra são enviadas aos fornecedores, que, por sua vez, respondem distribuindo mercadorias ou serviços e enviando NFFs que serão processadas no AP (Contas a Pagar). Durante o período contábil, as provisões de mercadorias definidas para contabilização de passivo após recebimento e as provisões para mercadorias e serviços definidas para contabilização de passivo no final desse período, são enviadas para o GL. Os fornecedores configurados no PO são compartilhados pelo AP e vice-versa.

Resumindo... É onde são realizadas as ordens de compra, recebe e também cria requisições. Tem o controle do fluxo de itens vindos dos fornecedores, se foram entregues e etc. Envia informações contábeis para o GL e também compartilha informações com o AP.

Exemplo tela PO

Account Payables
As NFFs do fornecedor são lançadas no AP e, se apropriado, vinculadas às ordens de compra correspondentes do PO. Durante o processo de vinculação, a classificação contábil da NFF é copiada da ordem de compra (no caso de uma despesa) ou da conta de passivo apropriada (no caso de um item de inventário). Contas a pagar, despesas e pagamentos possuem interface com o GL. As NFFs para compras de ativos fazem interface com o FA(Ativo Fixo).

Resumindo... Recebe informações do RI (Recebimentos Integrado – módulo responsável pelo recebimento das requisições e ordens de compra, solicitados pelo PO), mantém todo o controle de pagamentos realizados pelos fornecedores.

Exemplo tela AP
Fixed Assets
Os ativos do AP e de outras origens são mantidos no FA. São adicionados, processados, depreciados e, posteriormente, baixados. No final de cada período de ativo, as informações contábeis fazem interface diretamente com o GL.

Resumindo... É aqui onde os ativos da empresa são informados, catalogados e etc... recebem tratamento de depreciação, baixa de ativos, transferência dentre outras coisas.

Exemplo tela FA

General Ledger
O GL recebe informações contábeis de quase todos os módulos. Depois que essas informações são importadas, os lançamentos podem ser contabilizados e os saldos das contas atualizados. Durante sua implementação, uma das primeiras etapas a serem concluídas para a configuração de outros módulos é a criação de um conjunto de livros que consista em calendário contábil, moeda e plano de contas.

Resumindo... É coração da contabilidade, contabiliza todas as informações contábeis recebidas dos módulos.

Exemplo tela GL


No próximo post, irei explicar Payables, até lá!!!
Postar um comentário