terça-feira, 17 de maio de 2016

Médias já usam BI para fortalecer decisões - caso Trombini, Região Sul

 Press Release

Trombini investe em Business Intelligence para fortalecer decisões da gestão
Business Intelligence Cloud Service da Oracle ajuda a obter insights ágeis por meio de experiência mais simples, rápida, móvel e segura
São Paulo, 17 de maio de 2016 – Transformar dados em informações e insights. Esse é o grande desafio das empresas na era da informação. E com a inevitável transição para um mundo informatizado, a tecnologia para inteligência de negócios se tornou indispensável, dando aos executivos instrumentos para analisar cenários, comportamentos dos negócios, investir em oportunidades e inovar na ponta dos dedos. 

Com a crescente oferta de aplicativos na nuvem, a Oracle vem habilitando empresas em todo o mundo com ferramentas ágeis e eficientes para o negócio. O Business Intelligence Cloud Service – BICS, é uma plataforma que consegue reunir informações de diversas fontes usadas pelas empresas, relacionando-as de forma rápida para gerar insights, ajudando os gestores a entender cenários e tomar decisões rapidamente.
A plataforma facilita a criação de análises, combina dados de qualquer origem com  segurança das informações. Uma das principais vantagens para executivos é a visualização e interação com a informação a todo o momento, com apoio de dispositivos móveis.
Experiência em empresas brasileiras já começaram a surgir. Um dos exemplos é a Trombini,uma das maiores indústrias de embalagens de papel do país. Em 2015, a empresa passou por uma reestruturação e a transição para a nuvem representava um passo em direção à modernidade nos negócios. Com essa perspectiva adquiriu a solução de Business Ingelligence Cloud Services (BICS) e hoje o caso da empresa já é referência para a América Latina.
O BICS foi o primeiro investimento da empresa na nova tecnologia. “A nuvem é um caminho sem volta. Todas ofertas futuras de soluções serão nesse modelo. Para utilização do BICS, o maior desafio é mudar o hábito dos executivos que estão familiarizados com informações distribuídas em outros meios, como planilhas, por exemplo, para acessar informações em um outro formato, de forma estruturada e flexível”, comenta Anibal Tebet, gerente de TI da Trombini.
O projeto teve início em fevereiro de 2015, com a demanda por uma solução de inteligência de mercado que pudesse atender às áreas de controladoria e suprimentos. O objetivo era dar aos gestores uma visão do desempenho da empresa de forma simples na criação, manutenção e disponibilidade de informações, além de ser segura no acesso e atender o requisito de mobilidade. A solução deveria permitir acessar base de dados do ERP  juntamente com  outras fontes, como planilhas, integrando e gerando informações executivas  em plataformas móveis e de forma simples.

Na experiência da Trombini, a facilidade de criação e manutenção dos dashboards pelo usuário final, foi um diferencial da solução. A TI facilitou o processo, capacitando os usuários para criação e publicação.
Além de entregar os fatores fundamentais para a necessidade da Trombini, o BICS, da Oracle, foi técnica e financeiramente viável. “Não houve concorrência de fácil desenvolvimento e uso mais simples. A implementação não enfrentou nenhum atraso e todos requisitos de segurança foram atendidos, com atualizações de pacotes adicionais ocorrendo de forma transparente”.
Para facilitar o desenvolvimento, a Oracle disponibiliza um ambiente de teste gratuito, sendo este, um dos diferenciais da solução. Esta oferta da Oracle permite que as empresas entendam as vantagens na adoção da nova tecnologia.
 “As empresas já estão usando a nuvem para inovar nos negócios, pois as organizações geram grande volume de informações sobre os negócios. Porém, em geral, ainda não estão aproveitando todas as oportunidades de insights que elas geram”, comenta Priscila Siqueira, vice-presidente de Business Intelligence e Analytics, Oracle para a América Latina. “Com o BICS, os executivos têm uma experiência intuitiva na nuvem, com uma plataforma de classe mundial de análises avançadas, facilidade de uso, velocidade, criando valor estratégico para suas decisões”.
Postar um comentário