quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Configurando o Billing


Olá pessoal!

Considero o Billing, umas das configurações mais detalhadas que temos no Oracle. Então resolvi publicar a ordem de configuração do setup e alguns procedimentos para criação de regras de impostos.

Qualquer dúvida, entrem em contato!

Obs.: As imagens aparecem completas ao clicarmos.

Setup

1 Criar Responsabilidades
2 Setar Profiles
3 Definir Lookups
4 Criar Flexfield de Território
5 Organização de Inventario
6 Definir Locais de Inventário
7 Opções de Sistemas do AR – System Options
8 Definir Contabilidade Automática – Auto Accounting
9 Locais – Cadastro de pais, estado e cidades
10 Parâmetros do OM
11 Endereços de Remessa – Remit-to Address
12 Pais
13 Cadastro de CFOPs
14 Categorias de Impostos
15 Condições e Valores
16 Classes e Condições
17 Códigos e Alíquotas de Impostos
18 Grupo de Impostos
19 Locais de Impostos – De/Para
20 Tipos de Transações
21 Regras de Impostos
22 Classificações Fiscais
23 Exceções – Por Classificações Fiscais
24 Exceções – Por Itens
25 Cadastro de Mensagens Padrões
26 Associar Mensagens legais
27 Origens de Notas
28 Condições de Pagamento
29 Linhas Padrões – Memo Lines
30 Limites de Aprovações
31 Formatador de Programas
32 Definir Bancos
33 Contas Bancarias
34 Atividade do Contas a Receber
35 Origens de Recebimento
36 Classes de Recebimentos
37 Métodos de Recebimentos
38 Códigos de Instruções Bancarias
39 Códigos de Ocorrências Bancarias
40 Contas do Método do Recebimento
41 Regras de Ordenação do Autoinvoice
42 Regras de Agrupamento do Autoinvoice
43 Abrir Períodos
44 Períodos de Aging
45 Definir Classes de Perfil de Cliente
46 Entrar Clientes
47 Definir Itens
48 Definir Vendedores
49 Definir Transportadoras

Grupos de Impostos





No grupo de impostos podemos agrupar em uma unica categoria todos os grupos que deverão ser utilizados em uma determinada transação.

Para acessarmos o cadastro do grupo de impostos basta seguir os passos abaixo, igual a ilustração acima:

Acessar o grupo de impostos:

Localizations > Localização Brasileira > Configurar > Impostos > Grupos





Ao abrir a opção de Grupos de impostos aparecerá a tela acima, e a partir desta tela teremos duas opções a primeira é para consultar os grupos ja criados para fazer alguma alteração.

Para consultar os grupos de impostos criados basta pressionar as teclas Crtl + F11 e aparecerá a lista dos grupos ja criados.

A outra opção é a de cadastro na qual iremos detalhar a seguir.

Grupo de Impostos: Neste campo deveremos informar o nome que irá aparecer na hora de selecionarmos o grupo de impostos a ser utilizado nas transações. Este campo tem uma limitação de 50 caracteres.

Descrição: Neste campo deveremos informar a descrição deste grupo que esta sendo criado. Este Campo é limitado em 60 caracteres.



Após informar o nome e a descrição do grupo de impostos, iremos informar os detalhes do grupo de impostos, que seria quais serão os impostos que serão calculados neste grupo.

OBS: Sempre que em algum campo aparecer a opção “...” significa que existe uma lista de valores, para acessa-la basta clicar em cima dos três pontinhos ou pressionar simultaneamente as teclas Crtl + L do teclado

Categoria de Impostos: Neste campo deveremos seleciona através da lista de valores o imposto que deverá ser inserido no grupo de impostos atual. Na lista de valores conta dois tipos de impostos para cada categoria, conforme mostra a proxima figura, os impostos que tem o final igual a _C significa que é um imposto de crédito e com a terminação igual a _D significa que é um imposto de crédito.



Ao incluirmos uma categoria de impostos devemos incluir a categoria de crédito e débito, caso não queira que o valor do imposto interfira no valor total da Nota.

Valor do Contribuinte: Neste campo deveremos informar qual o tipo de contribuinte fará parte deste grupo, este contribuinte será verificado direto no cadastro do cliente, se este cliente é Contribuinte ou Não contribuinte, a seleção do tipo de contribuinte também será através de Lista de Valores.

Valor da Organização: Neste campo deveremos informar o tipo de organização ou segmento da companhia, na lista de valores aparecerá a opção.

Valor da Transação: Neste campo informaremos o segmento que será emitido a Nota Fiscal, Comercialização ou Serviços.





Efetivo de / Efetivo Até: neste campo deveremos informar a partir de quando esta categoria deverá entrar em vigor e quando ele não será mais utilizado.

OBS: Sempre que for alterar algum imposto, ou aliquota, basta inserir uma Efetivo Até com a data de inativação da categoria e criar outra a partir do dia seguinte da inativação do mesmo.




Código do Imposto: Para algumas categorias de impostos poderemos inserir o código com a aliquota de imposto que será calculada, por exemplo o Cofins de 7.6, basta selecionarmos através da lista de valores e o sistema irá preencher automaticamente a Descrição do Imposto e a Alíquota de Imposto.

Para as categorias de imposto Cofins, Pis, IRRF, ISS e em alguns casos o IPI informaremos o código do Imposto.


Substituição Tributária: Caso algum imposto tiver Substituição tributária, basta selecionar esta opção.




Categoria de Imposto para Base de Composição: Nesta opção informaremos qual será a categoria de imposto que será utilizada para fazer parte do calculo da categoria em questão.

Devemos sempre que for adicionar o valor de uma categoria utilizar a categoria com o final _C, pois caso contrário o calculo seria deduzindo o imposto selecionado.


Exemplo: Uma nota de 1.000,00 que será feito o calculo de 10% de ICMS com 5% de IPI na Base, se inserirmos o IPI_C a base de calculo para o ICMS seria 1.000,00 + 50,00. Caso inserissemos na base de Composição o IPI_D a base para de calculo para o ICMS seria 1.000,00 – 50,00.




Quantia Mínima: Nesta opção, deveremos informar um valor minimo ...

Base Mínima Tributável: Nesta opção deveremos informar um valor minimo para que seja incluido a base de calculo do imposto em questão:

% Mínimo: Nesta opção como a anterior podemos informar o % minimo a ser calculado para a base tributavel ao invés do valor.

Imposto Incluido: Marque a caixa de seleção Imposto Incluído, se deseja que o imposto para uma categoria de imposto seja incluído no preço no nível de linha de NFF

Calcular em OM: Marque esta opção para todos os impostos de Crédito para que seja calculado no OM, o calculo de débito será calculado posteriormente no AR.


Regras de Impostos



Use a janela Regras de Imposto para definir uma ou mais regras de imposto para cada combinação de categoria de imposto, valor da condição do contribuinte e tipo de transação. O Submódulo de Impostos utiliza estas regras para determinar a taxa de imposto ou o modificador de taxa da base a ser aplicado a uma transação, estas regras devem ser criadas para cada tipo de transação criada em Transaction Type.

Para acessar o cadastro de regras basta seguir o caminho abaixo:

Localizations > Localização Brasileira > Configurar > Impostos > Regras




Ao Acessar a tela de Regras, irá mostrar a tela acima, nesta tela poderemos consultar se a regra a ser criada ja existe ou não antes de iniciarmos um novo cadastro, para fazer alguma manutenção ou alteração nas regras ja criadas basta seguir os passos seguintes:

Ao abrir a janela Regras de Impostos, basta informar alguns parametros para localizar uma regra ja criada.

  • Nivel Regra Imposto: No nivel iremos informar casonecessário se a regra a ser localizada especificamente a linha é referente a um calculo de Imposto ou uma base de calculo de imposto. (opcional)

  • Regra: Em Regra o sistema irá trazer uma relação de todas as regras utilizadas para criar uma sequencia de regra, caso queira selecionar uma regra especifica, basta informar o tipo da regra nesta opção. (opcional)

  • Desc: irá aparecer a descrição da regra selecionada

  • Categoria Imposto: Em categoria imposto, podemos escolher um imposto especifico a ser localizado, ICMS, PIS, etc. (opcional)

  • Valor Contribuinte: Este é um campo obrigatório a ser preenchido para localizar uma regra, seria

    • o valor do contribuinte, se ele é um contribuinte ou Não contribuinte.

    • Tipo da Transação: Este também é um campo obrigatório onde deveremos escolher o tipo de transação a ser localizada.

    • Prioridade: Em prioridade poderemos escolher através da numeração das prioridades ja cadastradas. (opcional)

    OBS: Para realizar uma busca de regras poderemos utilizar somente os campos Valor do Contribuinte e Tipo de Transação, pra trazer todas as regras, os campos opcionais irão filtrar mais as buscas.

    Após informar os valores a ser localizados, basta clicar em Localizar: Conforme mostrado na figura abaixo:



Quando não existir ua regra ao clicar em localizar o sistema continuará na mesma tela de busca, para cadastrar uma nova regra basta clicar no botão Novo:




Ao clicar no botão Novo o sistema irá abri a janela para cadastro de novas regras, todas as regras a ser criada deve conter as mesmas categorias de impostos contidas no grupo de imposto e vinculada no tipo de transação, caso contrário o sistema apresentará um erro de imposto na criação de uma Nota fiscal no AR, OM ou sistemas integrados.




Na tela de cadastro de regras de impostos, teremos que preencher os seguintes campos:

  • Categoria: No campo categoria deveremos informoar o tipo de imposto que fará parte da regra a ser criada, estas informações deveremos selecionar através da lista de valores.

  • Valor: Em Valor, deveremos informar o tipo de contribuinte que fará parte da Regra, Contribinte ou Não contribuinte, estas informações deveremos selecionar através da lista de valores.

  • Tipo de Transação: Em tipo de transação deveremos informar a transação que fará parte da regra, selecionada através de uma lista de valores.

  • Nivel de Regra: Em nivel de regra deveremos informar se a linha da regra criada será um imposto a ser calculado diretamente do valo do produto, ou será uma Base de calculo de impostos que poderemos utilizar para incluir em outro imposto por exemplo o IPI.

  • Priorid: Em prioridade, deveremos informar numericamente a ordem em que o sistema irá executar as regras, no caso de ermos menos de 9 regras poderemos utilizar a numeração decimal, caso seja maior que 10 aconselha-se utilizar a numeração a parir do 10, para o sistema não se

    • perder nas regras, OBS: estas numeraçãoes serão sempre zeradas quando se tratar de um novo imposto, elas só valem para continuação de um mesmo imposto por exemplo ICMS_C .. 1 ICMS_C .. 2 etc.

    • Regra: Em regra, deveremos escolher o que esta linha deve fazer para realizar o calculo de impostos, deveremos escolher uma das regras da lista de valores conforme mostrado abaixo:

      • Cód. Imp. Categ. Imposto: Nesta opção o sistema irá realizar o calculo do imposto através da categoria de impostos.

      • Cód. Imp. Grupo Impostos: Nesta opção, o sistema irá buscar a aliquota para fazer o calculo do imposto do grupo de impostos.

      • Cód. Imp. Linha Aviso: Nesta opção o sistema irá procurar se eixte alguma aliquota de imposto nas linhas de aviso da Ordem ou Nota. (Não é muito utilizado)

      • Cód. Imp. Local Faturam.: Nesta opção o sistema irá localizar o local onde será enviado a fatura para o cliente e irá localizar se para aquele local existe alguma aliquota de imposto.

      • Cód. Imp. Local Or./Dest. Entr.: Nesta opção o sistema irá verificar se existe um código de imposto cadastrado para transações interestaduais, verificando o estado de origem e o de destino.

      • Cód. Imp. Opções Sistema: Nesta opção o sistema irá efetuar o calculo do imposto que foi anteriormente configurado em opções do sistema. Para o Brasil, esta opção não é utilizada, ois temos várias aliquotas de impostos diferentes.

      • Cód. Imposto Cliente: Nesta opção o sistema irá procurar alguma liquota de imposto que está atrelada ao cliente destino.

      • Código Imposto Item: Nesta opção o sistema irá procurar a aliquota de imposto que está cadastrada no código do Item.

      • Código Imposto Organiz.: Nesta opção o sistema fará um calculo de imposto unico por organização, também não é muito utilizada no Brasil.

      • Código da Classificação Fiscal: Nesta opção o sistema irá procurar a aliquota de imposto cadastrada no código de classificação fiscal do Item.

      • Código de Imposto da Programação de Imposto: Nesta opção o sistema irá realizar um calculo de imposto programado, mas não utilizaremos esta opção, pois no Brasil não existe esta opção de imposto.

      • Código de Imposto de Exceção do Cliente: Nesta opção o sistema irá procurar se para o cliente expecificado na venda existe alguma exceção e irá calcular com a aliquota contina nesta exeção.

      • Código de Imposto do Local para Entrega: Nesta opção o sistema irá calcular o imposto do estado de entrega da venda, este é o processo contrário da opçãoCód Imp. Local Faturam.

      • Exc. Lc. Or./Dest. Entr. Cód. Imp. Item: Nesta opção o sistema irá procurar se existe

        • alguma exceção para local de origem e destin através do código do item.

          • Exceção do Local de/para Entrega por Código de Imp. Classific. Fiscal: Nesta opção o sistema irá verificar se exite alguma exceção do local de origem destino por classificação fiscal do Item.

          • Exceção por Código de Imposto sobre valor da condição da Transação: Nesta opção o sistema irá verificar se existe alguma exceção cadastrada nas condições de valor da transação.

        Ao cadastrar uma linha da regra de impostos, o sistema irá montar um quadro logo abaixo, como mostra na figura informando os dados que estão sendo inseridas.



Após cadastrar todas as linhas da regra, basta clicar em Salvar:



Postar um comentário