sexta-feira, 22 de agosto de 2008

CRM volta a revolucionar o mundo dos negócios

CRM volta a revolucionar o mundo dos negócios

  • MIAMI, Flórida (EUA), agosto de 2008 – Há dez anos, o conceito do CRM (Customer Relationship Management) transformou a perspectiva dos negócios por proporcionar uma análise da empresa do ponto de vista do cliente. Agora com o ritmo das mudanças em virtude do uso da Internet, o CRM 2.0 inclui uma participação plena, ativa e permanente dos clientes, cuja comunicação com a empresa exige um contato contínuo sem interrupções. Este ano, esta transformação, que proporciona às empresas em crescimento – motores da economia da América Latina –, terá um papel relevante.
  • As estimativas de importantes analistas confirmam esta tendência: segundo a IDC, o CAGR do mercado de CRM será de 14% em 2011, enquanto o Gartner prevê que será de 16,1%.
  • Os clientes da Oracle têm acesso a uma constante inovação, independentemente do desenvolvimento de novos produtos. A iniciativa garante a atualização dos produtos já adquiridos, que, em outras palavras, significa uma proteção de seu investimento.
  • Os aplicativos CRM da Oracle incorporam as melhores práticas de 20 indústrias selecionadas e permitem que os clientes façam comparações com práticas bem-sucedidas e comprovadas a fim de aprimorar suas operações.
  • A visão da Oracle reforça que toda mudança tecnológica deve converter-se em uma oportunidade. Por isso, aproveita as redes sociais on-line para intensificar o relacionamento com os clientes, conhecer suas associações e entendê-los melhor. Ao mesmo tempo, reúne portais diversos em um ambiente integrado que favorece a colaboração entre usuários. O aplicativo também inclui o Oracle Mobile Sales Assistant, um novo produto que redefine o acesso móvel.
  • As vantagens do CRM são potencializadas com o SaaS (software como serviço, em português), que possibilita ter uma assinatura de software que inclua infra-estrutura e aplicativos, por meio da Internet. Acessível para empresas de todos os tamanhos, o SaaS já conta com uma grande penetração no mercado, com o SFA (Sales Force Automation ou Automação da Força de Vendas, em português) – o aplicativo que automatiza o processo de Vendas – como um de seus pontos fortes.
  • Qualquer que seja seu raio de ação, os clientes da Oracle encontram soluções que trazem vantagens aos negócios existentes e ajudam a criar novos. Foi esta a concepção original do CRM e é esta a idéia que se vê reforçada nos novos aplicativos.

Menções de apoio

  • “Optamos pela Siebel devido à sua capacidade de conectividade e à possibilidade do serviço de On Demand, o que diminui os custos de administração de tecnologia, além de aumentar a produtividade.” Gabriel López, Gerente de e-Productivity e de CRM da 3M México.
  • “Com as soluções da Oracle e da Siebel, alcançamos um excelente ajuste em nossos processos de serviços e, portanto, melhoramos a atenção dada ao nosso cliente, tanto no cumprimento dos compromissos e dos prazos." Mauricio Blanco, gerente de Sistemas da Sky, a maior empresa brasileira de TV paga 100% digital.
  • “Ajudamos nossos clientes a identificar quem são os clientes deles, avaliando o comportamento e detectando as necessidades e possibilidades de negócios. Isso é algo que se torna crucial em tempos que grande parte do relacionamento é feito por meio da Internet e o cliente pode ficar anônimo”, explica Niccolo Spataro, diretor de vendas do CRM da Oracle para a América Latina.

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Cadastro de Categorias de Impostos

Olá pessoal!

Lá vai mais uma parte das configurações do Billing, um pouco de impostos prá vocês.

Use a janela Categorias de Impostos para definir as informações sobre cada imposto arrecadado em seu país, na sua cidade ou município, se for aplicável.

Você deve criar uma categoria de imposto diferente para cada um dos seguintes casos:
  • O imposto é lançado separadamente.
  • O imposto apresenta exigências de cálculo diferentes.
  • O imposto apresenta exigências de aplicabilidade diferentes.
  • Não é possível deletar uma categoria de imposto depois de informada e submetida a commit.
Para converter uma categoria de imposto inativa, use os campos Efetivo - De e Efetivo - Até para definir as datas de efetivação.

Informe todas as alíquotas de imposto aplicadas a esta categoria de imposto. É necessário definir um código de imposto separado na janela Códigos e Alíquotas de Imposto para cada alíquota de imposto informada para uma categoria de imposto.

Também é possível informar um código de imposto default para uma categoria de imposto.

Você pode informar:

Base mínima tributável se o imposto for arrecadado somente quando a base do imposto for superior a uma quantia especificada.

Quantia mínima de imposto se o imposto for arrecadado somente quando a quantia de imposto calculada for superior a uma quantia especificada.

Se você informar uma base mínima tributável ou uma quantia mínima de imposto, poderá também definir se a verificação de limites da base de imposto ou da quantia de imposto é executada pela linha de transação, NFF ou operação.

Se tiver valores diferentes para a base mínima tributável ou para a quantia mínima de imposto para períodos de efetivação diferentes, poderá informar esses detalhes na janela Detalhes da Categoria de Imposto.

Se for incluído outro imposto na quantia-base para cálculo do imposto, você poderá definir outra categoria de imposto para ser composta com uma categoria de imposto.

Observação: Você deverá definir categorias de impostos antes de associá-las a outras categorias de impostos. Se for aplicável, use a substituição tributária para calcular a quantia de imposto para uma categoria de imposto.

Siga estas diretrizes para definir uma categoria de imposto:
  • No campo Categoria, selecione uma categoria de imposto na lista de valores.
  • Nos campos Efetivo - De e Efetivo - Até, informe as datas de efetivação da categoria de imposto.
  • No campo Nível de Verificação de Limites, informe: Linha - Considere a linha de NFF atual para verificação de limites Documento - Considere a NFF atual para verificação de limites
  • Operação - Considere a NFF atual e seus avisos de débito, avisos de crédito e/ou NFFs relacionadas para a verificação de limites.
  • No campo Tipo de Condição de Agrupamento, informe:

Linha - Considere a linha de NFF atual para verificação de limites.

Documento - Considere a NFF atual para verificação de limites.

Operação - Considere a NFF atual e seus avisos de débito, avisos de crédito e/ou NFFs relacionadas para a verificação de limites.

  • No campo Tipo de Condição de Agrupamento, informe:

Linha - Use a quantia de linha da NFF atual como quantia-base para verificação de limites.

Documento - Use a soma de todas as quantias de linhas relevantes (veja tabela abaixo) como quantia-base para verificação de limites. Deve ser usado com os valores de Documento ou Operação no campo Nível de Verificação de Limites.

Condição da Transação - Use a soma de todas as quantias de linhas relevantes (veja tabela abaixo) como quantia-base para verificação de limites. Deve ser usado com os valores de Documento ou Operação no campo Nível de Verificação de Limites.

O valor informado no campo Nível de Verificação de Limites determina o valor que você pode informar no campo Tipo de Condição de Agrupamento, conforme mostrado nesta tabela:


  • No campo Código do Imposto, você pode informar um código de imposto para ser usado com a categoria de imposto.
    Observação: Você deverá definir códigos de impostos antes de informar um valor neste campo.
  • No campo Código da Autoridade Fiscal, informe o código da autoridade fiscal responsável por este imposto da maneira como deseja que o código seja exibido em seus relatórios.
  • Informe valores nos campos Quantia Mínima, Base Mínima Tributável e % Mínimo, se aplicável.
    Assinale a caixa de seleção Substituição Tributária, se a categoria de imposto usar substituição tributária.
  • Assinale a caixa de seleção Imposto Incluído se quiser que o imposto seja incluído no preço no nível de linha de NFF. Caso contrário, deixe a caixa de seleção desmarcada.
    Observação: Você não pode alterar a definição de Imposto Incluído depois de associar a categoria de imposto a um código de imposto ou grupo de impostos.
  • Informe outra categoria de imposto no campo Categoria de Imposto Para Base Composta, se houver outro imposto incluído na quantia-base para o cálculo do imposto.
    Observação: Você deverá definir a outra categoria de imposto antes de informá-la neste campo.
  • Assinale a caixa de seleção Obrigatório em Classe, se quiser que a categoria de imposto seja exibida em todas as classes de condição de imposto.
  • Assinale a caixa de seleção Imprimir se quiser que a linha de imposto seja impressa. Caso contrário, deixe a caixa de seleção desmarcada.

Se precisarem de mais detalhes, me enviem e-mail.

Abraços!

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Aplicativos para iPhone

Oracle anuncia aplicativos de negócios para o iPhone da Appleâ

Profissionais móveis terão acesso a informações empresariais no iPhone. Produtos estão disponíveis na Apple App Store

Redwood Shores, Califórnia – agosto de 2008

  • A Oracle (NASDAQ: ORCL) acaba de anunciar o primeiro de uma série de aplicativos de negócios Oracle para o iPhone da Appleâ. Os Oracle® Business Indicators já estão disponíveis na Apple App Store.

  • Esses novos aplicativos Oracle atendem às necessidades de executivos que necessitam de informações direcionadas e centradas nas tarefas para tomar decisões com facilidade e simplicidade, aliadas ao estilo de trabalho cada vez mais móvel.

  • Os aplicativos aproveitam as capacidades do Oracle Business Intelligence Enterprise Edition Plus (OBIEE) e dos Oracle Business Intelligence Applications, Fusion Edition para fornecer acesso a importantes métricas e dados analíticos para executivos adeptos da mobilidade.

  • Esses aplicativos nativos para o iPhone também aproveitam os recursos de Arquitetura Orientada a Serviços (SOA, em inglês) do OBIEE e o poderoso conjunto de Web Services do Oracle Business Intelligence. Têm ainda suporte do protocolo de criptografia SSL, possibilitando flexibilidade e desempenho nas aplicações móveis com mais segurança.

Disponibilidade e detalhes dos Oracle Business Indicators para iPhone

  • Com os Oracle Business Indicators, os diretores financeiros podem acessar as últimas tendências financeiras da empresa, os gerentes de vendas podem ser alertados quanto a problemas no desempenho e do nível de satisfação dos clientes e gerentes de produto podem avaliar rapidamente a viabilidade de um fornecedor – tudo com a conveniência do iPhone.

  • Os Oracle Business Indicators fornecem inteligência imediata para um amplo grupo de usuários corporativos de várias disciplinas. Desde o call center até o departamento de atendimento de pedidos, os gerentes precisam de visibilidade instantânea. Por exemplo, os gerentes do call center podem monitorar o volume das chamadas para determinar a quantidade apropriada de pessoal para melhorar o atendimento a seus clientes. Além disso, os gerentes preocupados com um pico significativo na demanda por um produto têm a opção de monitorar a quantidade disponível para atender a novos pedidos.

  • Os Oracle Business Indicators oferecem uma interface de usuário altamente intuitiva, desenvolvida especialmente para o usuário corporativo móvel poder pesquisar e localizar métricas de desempenho dos negócios e ver detalhes em uma tela atraente. Os administradores do OBIEE podem facilmente controlar o acesso a um conjunto definido de métricas, com base nas funções e responsabilidades de cada usuário.

  • Os Oracle Business Indicators permitem aos usuários ver e interagir com os aplicativos Oracle Business Intelligence, que incluem análise financeira, da área de RH, da cadeia de suprimentos e CRM, bem como alertas analíticos gerados pelo Oracle Delivers, um componente integrado do OBIEE. As opções de configuração possibilitam a seleção dos indicadores relevantes para a função do usuário, como também suas preferências para navegação.

  • Após esse lançamento inicial, a Oracle planeja fornecer suporte para importantes processos de aprovação de negócios do ERP, com rico contexto analítico. Por exemplo, a caminho de uma reunião, um executivo ou gerente poderia examinar rapidamente aprovações pendentes de novas contratações de funcionários ou relatórios de despesas e respondê-las com o respaldo de informações analíticas, tomando decisões informadas sem demora.

  • A Oracle pretende lançar ricas soluções de CRM para o iPhone com aplicativos que ajudam os usuários a manter a produtividade em trânsito, colaborar e compartilhar informações com amigos e clientes, além de gerenciar leads, contas, oportunidades e previsões, tudo por meio do iPhone.

  • A versão em inglês dos Oracle Business Indicators está disponível para Áustria, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Finlândia, Grécia, Irlanda, Luxemburgo, Noruega, Portugal, Suécia, Reino Unido, Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia gratuitamente, na App Store da Apple para iPhone e iPod touch ou no site www.itunes.com/appstore/. Aplicam-se termos, condições e restrições.

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

A Oracle ganhou mais um cliente!

Olá pessoal!

Hoje eu iria postar mais algumas informações a respeito dos impostos do Billing, mas achei super interessante divulgar:

A Oracle ganhou mais um cliente!

Excelente para nós consultores!!!


MSGás seleciona solução Oracle para ajudar

a maximizar eficiência da tarifação

Concessionária brasileira de fornecimento de gás irá se

beneficiar com aplicativos escaláveis da Oracle

Redwood Shores, Califórnia (EUA) – julho de 2008

  • A Oracle acaba de anunciar que a companhia de gás MSGás selecionou o Oracleâ Utilities Customer Care and Billing para ajudar a agilizar os processos de tarifação e aumentar a satisfação do cliente. A MSGás trabalhará com a Lógica América do Sul na implementação da solução Oracle, que contribuirá para o gerenciamento de informações sobre as contas dos clientes e a tarifação, além de fornecer suporte para a rápida expansão de sua base de clientes.
  • Quando os negócios da MSGás começaram a crescer resultando na expansão da base de clientes, que era predominantemente industrial, a companhia passou a atender o segmento residencial. A partir desta realidade, a concessionária buscou um aplicativo que possibilitasse gerenciar seu volume crescente de dados de clientes, com o objetivo de oferecer um atendimento eficiente e preciso. Além disso, a companhia considerava que a medição individual em clientes residenciais resultaria em um grande aumento nas contas mensais em pouco tempo. O sistema existente da MSGás não era capaz de lidar com a grande quantidade de novos dados de clientes.
  • A concessionária precisava de um aplicativo para visualizar os dados dos clientes e informações sobre as contas de forma rápida, fácil, integrada e consistente, para manter um excepcional atendimento e aumentar a eficiência operacional. Após um extenso processo de avaliação, a MSGás selecionou a Oracle por oferecer um aplicativo altamente funcional e ao mesmo tempo econômico.
  • O Oracle Utilities Customer Care and Billing proporcionará ao cliente uma plataforma de tarifação confiável e escalável que gerenciará informações de inventário de medição e dos clientes, possibilitando que a companhia forneça planos de tarifação flexíveis e precisos, além de um atendimento de melhor qualidade ao cliente.
  • Com o Oracle Utilities Customer Care and Billing, a MSGás poderá informatizar os processos de tarifação, desde o momento em que o sistema recebe e valida as leituras dos medidores, permitindo a geração de contas mais precisas e pontuais aos clientes.
  • A MSGás também utiliza o banco de dados Oracle para suporte a vários de seus aplicativos empresariais.

Citações de apoio

  • “Estamos comprometidos em trabalhar com a MSGás para ajudá-la a gerenciar o valioso relacionamento com os clientes de forma eficaz. Esperamos fortalecer nossa parceria com a MSGás com o uso da nossa suíte de aplicativos para melhorar a eficiência e aumentar o desempenho em toda a organização”, diz Quentin Grady, vice-presidente sênior e diretor-geral da Oracle Utilities.
  • “Com o Oracle Utilities Customer Care and Billing, a MSGás terá suporte para muitos de seus serviços internos e externos associados a novos clientes residenciais. Mesmo na fase de implementação, aprendemos as melhores práticas para lidar com as contas dos clientes e os relacionamentos ajudaram em nossa expansão, permitindo que executemos processos complexos para conectar novos clientes. Posteriormente, poderemos criar acordos de serviços complexos para respaldá-los. Prevemos um gerenciamento tranqüilo e eficiente dos novos dados dos clientes com a nova solução Oracle Utilities Customer Care and Billing”, avalia Leonardo Barbosa, CIO da MSGás.